sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Ano novo, só alegria. (Será?)




E passamos o Natal. Família, comilança, tudo de bom, não é?
Bem, espero que tenha sido pra todas, mas se não foi assim, lembrem-se, não tem problema. Não somos obrigadas a nada, nem curtir Natal.
E agora temos o Ano Novo.
Ah, mas esse sim, é só alegria! Comida, bebida a vontade, se reunir com os amigos, ir pra balada ou ainda passar com a família, tem opção pra todo mundo não é, então não tem como não gostar.
Na verdade.... tem.
Pra muita gente, essa pressão que existe pra comemorar o Ano Novo ou ainda ser feliz e se alegrar com ele é pesada demais. A bad de final de ano existe e não é algo necessariamente ruim. Pode ser simplesmente a forma como você processa a mudança.
Para outras pessoas que estão neste momento lutando contra a depressão, o desânimo ou estão lidando com questões que fazem essa época não tão alegre assim, não é um dia que vai magicamente resolver tudo isso.
Então, pra essas pessoas que não acham essas comemorações de fim de ano tudo isso eu gostaria de dizer somente... tudo bem.
Tudo bem não gostar ou não se sentir bem em meio a família ou aos amigos. Tudo bem.
Você não tem obrigação de ser feliz pelo conforto dos outros, okay?
Você não precisa estar feliz em meio a família ou gostar de comemorar. Ou talvez você adore Ano novo, pra passar em casa, assistindo filme, longe da muvuca. E tudo bem gostar disso também. Não tem nada de errado em preferir um programa mais “caseiro” ou passar sozinho.
Ou talvez você também não tenha com quem passar. Não se sinta mal.
Mas veja bem.... qualquer que seja a sua situação, se isso está te incomodando e você gostaria sim de poder curtir esse período, talvez seja uma boa idéia investir em um processo de auto conhecimento pra entender o que é que está te atrapalhando a mudar e atingir esse objetivo. Uma opção é fazer um caderno do humor. Ou ainda, se você é do tipo que adora fazer diário, essa é uma boa época para pegar ele e reler. Tente encontrar fatores que talvez estejam causando essa indisposição e que você não tenha notado.
Ou ainda, que tal pensar em uma psicoterapia caso ache que sozinha vai ser difícil de mudar? Um bom atendimento com psicólogo faz toda a diferença!
Com certeza você vai se entender melhor e poder tomar outras decisões que vão contribuir para a sua felicidade e saúde emocional.
Lembrando, psicoterapia é com psicólogo, por favor! Busquem os profissionais adequados pois terapia é coisa séria!
Um beijo e até a próxima postagem!


0 comentários:

Postar um comentário

Popular

Tecnologia do Blogger.