quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Você é uma complicadora ou facilitadora?

Sobre a capacidade de tornar tudo mais simples

Sabe aquelas pessoas que só precisam olhar para um problema para reduzi-lo a algo pequeno e praticável? Aquelas pessoas que pensam coisas como "só preciso tomar esse pequeno passo e continuar em frente que eu consigo"? Pois é, essa não sou eu.

Confesso, tenho inveja de quem consegue tornar tudo mais simples.
Eu sou, veja bem, uma complicadora. Sou daquelas pessoas que fazem tempestade até em colher de sopa d'água, o que acaba como já dá para se imaginar, tornando tudo mais complicado, mais difícil e mais desgastante.

Sabe como identificar um complicador?
Bem, pessoas complicadoras geralmente sofrem para fazer coisas que para outros são absurdamente simples. Pode ser ir à padaria comprar um jornal ou conversar com alguém que não conhecem, começar um projeto novo ou escolher uma roupa. Tudo é um martírio.
E sabe por que complicadores sofrem tanto com coisas que poderiam ser consideradas “pequenas e simples” no grande espectro de coisas que temos pra fazer na nossa vida?
Complicadores pensam demais. E acabam sendo pessimistas.

O que acontece então com toda essa complicação é que geralmente o desempenho é menor, a satisfação com a vida é menor porque o desgaste é tão grande que parece que nada vale a pena.
Os resultados positivos que queremos criar dependem de auto confiança e de um certo otimismo realista. 
Okay, acho que entendi. A grande pergunta então é como ter uma auto confiança sólida, certo?

Ótimo!
Vou responder essa pergunta com outra pergunta. (E vou responder, calma!)
O que nos atrapalha a simplificar?
Bem, no geral o que eu noto é que pecamos no fundamental. Acreditar.
Acreditar que posso, que consigo e que é possível é o primeiro passo para conseguir o que desejo e não o contrário como muitos pensam. 

Sabe aquela velha frase “ver para crer?”. Eu diria que é bem o contrário para mudanças pessoais. Seria mais algo como “crer para ver”. Isso vale se você deseja ser mais feliz, melhorar sua auto estima, como também se deseja mudanças mais palpáveis como arranjar um emprego melhor, ganhar mais, perder peso, etc etc.
E é aí que eu vejo muita gente escorregar e se derrotar antes mesmo de começar. Tipo eu, as vezes.

Bem.... Uma parte da nossa auto confiança vem da capacidade de acreditar que conseguimos dar conta da situação ou de fazer algo acontecer.
Olha lá, de novo o acreditar.
Então, pra fazer algo acontecer, primeiro de tudo eu tenho que conseguir me enxergar realizando aquilo na minha cabeça primeiro. Se eu não vejo na minha mente meu objetivo se realizando, eu já sei que nem com reza eu vou conseguir.
Okay, exagerei. Pode até ser que eu consiga, com sorte, ou por conta de outros fatores, mas vai ser muito mais sofrido.
Agora, tente se imaginar realizando a sua meta. Escolha uma só pra começar!
Lembre-se, vamos simplificar!
Agora se imagine conseguindo aquele emprego dos sonhos, um relacionamento saudável ou perder o peso que deseja. Você não consegue?
Bem, então aí já começa o problema. Por que não consegue?

Bem, guardem essa pergunta. Eu volto nisso no próximo post quando tratar de crenças limitadoras!

Agora, alguns esclarecimentos.

A grande capacidade de tornar tudo mais simples e menos sofrido é de fato uma ferramenta sensacional pra vida mas não é algo que brota da noite pro dia. Tem que ser construído, então paciência é fundamental.
Outro ponto é que quando eu falo em tornar mais simples não estou dizendo e eu friso que isso é importante, NÃO ESTOU DIZENDO que tudo na vida é absolutamente simples e "só não resolve quem não quer". NÃO.
Não é bem assim.
Às vezes existe um grande desejo de resolver mas falta autoconhecimento ou a habilidade, ou até mesmo a confiança. Então é importante não julgar o outro ou a si mesmo quando calhar ou encalhar em uma situação parecida.

O que eu quero dizer é que viver a vida com mais leveza é com certeza muito mais saudável.
Acredito que poder olhar para uma situação e sentir um desapego ou uma leveza e não complicar tudo ao ponto de desistir antes de começar é algo muito positivo e eu decidi que vou aprender a fazer! Simples assim. E você, quando vai começar?


Um beijo

2 comentários:

  1. Ameei Thai! Mas e quando estamos meio a meio? Tipo... Eu consigo visualizar o sucesso e as vezes ate alcançar mas e se eu planejo demais ate nos minimos detalhes e no fim das contas nada sai como esperado e as vezes não da certo, nao consigo chegar no meu objetivo? O que eu sou? E como tenho que proceder? Bjookas linda!

    ResponderExcluir
  2. Então yes. As vezes você esta planejando demais, já pensou nisso? Parte de saber planejar envolve saber quando se adaptar e mudar a meta.
    Bjao!
    E você é você uai. XD

    ResponderExcluir

Popular

Tecnologia do Blogger.