quinta-feira, 17 de março de 2016

Mulheres, sejam assertivas! (Se quiserem ser, claro. )


Uma grande questão atualmente para as mulheres, principalmente as que estão inseridas no mercado de trabalho é a famosa postura de líder (os tão falados aspectos de liderança), composta por muitos fatores dos quais podemos citar a assertividade.
Mas o que isso quer dizer de verdade? Pra ser assertiva eu tenho que ser grossa? Eu tenho que gritar? Ou eu tenho que ser mal educada? Eu tenho que ser agressiva?
“Ai meu jesus do céu, eu não sou nada disso”, foi o que você pensou?
Gente,  longe disso.
Assertividade não quer dizer ser grossa ou mal educada, muito menos gritar. Aquela máxima de que quem grita perde a razão é a mais pura verdade. Pra ilustrar essa idéia vou pedir que lembre sempre do leão. Se você assistiu alguma vez aqueles programas da natureza sabe que primeiro de tudo, quem manda na selva é a leoa. Ela que caça, ela que cuida e protege os filhotes. O leão fica lá, no deboismo dele, deitado ou copulando.
Vamos imaginar uma leoa então que essa imagem vai funcionar melhor. Ela nunca urra para intimidar, ela utiliza a sua postura majestosa e lidera.

O que é assertividade então?
Assertividade é ser direta e clara quanto ao que você espera e deseja de si mesma e dos outros. No caso de um líder, é saber dizer claramente o que espera-se dos seus colegas de trabalho ou do grupo e saber também quais os objetivos a serem alcançados.
E pra que isso aconteça você precisa primeiro de tudo de uma boa dose de auto conhecimento e controle emocional e também de saber se comunicar.
Existem vários tipos de comunicação, mas eu vou falar aqui da comunicação não-agressiva ou ainda o que eu chamo de  comunicação assertiva.

O que é comunicação assertiva?
É falar respeitando a vez do outro;
É se comunicar ouvindo de verdade o que o outro está dizendo;
É se sintonizar na linguagem do outro e passar a sua mensagem com clareza e confiança.
E pra conseguir isso? Novamente, você vai precisar de uma boa dose de auto estima e auto conhecimento.
Se você não tem confiança no que fala, como espera que alguém te siga? Ou ainda te ouça?

Como faço pra ser mais assertiva?

Assertividade depende de autenticidade. Saber quem você e qual é a sua visão e colocá-la em prática. Não adianta dizer uma coisa e fazer outra.
Quanto a isso é preciso tomar cuidado e se auto analisar, pois as vezes acreditamos que estamos sendo coerentes quando é o contrário.
Devo dizer ainda que existe uma forte questão cultural que dita como a mulher deve se comportar. Mais Amélia que Rhonda, ainda nos tempos do hoje. Sendo assim, muitas mulheres tem medo de serem assertivas e serem comparadas com homens ou ainda serem mal vistas, mas eu digo que essa é uma habilidade essencial a vida, não só ao trabalho.
Falar mal ou não gostarem da sua atitude pode acontecer, aliás, é provável que em algum momento isso aconteça, mas pense comigo, você quer mesmo viver para agradar os outros?
Lembre-se que nem Jesus nem Buda conseguiram, e eu, pelo menos, estou muiiito longe de ser qualquer um dos dois.


E por hoje é só!

Qualquer dúvida me mandem um email em autoestima@mulheresquesetransformam.com.br

2 comentários:

  1. Isso é verdade, respeito acima de tudo e objetividade facilita até a vida dos que dependem das suas ordens no trabalho. Tem chefe ou responsável por essa ou aquela equipe que pede B dando a entender que quer A ou C e deixa o coitado do subordinado perdido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo Érica!
      É exatamente o ponto. Nada adianta você dar uma instrução confusa e depois brigar com o funcionário que não te entendeu... temos que nos policiar quanto a isso não só no trabalho, pois afeta demais nossos relacionamentos!
      Um abraço e obrigada pelo comentário

      Excluir

Popular

Tecnologia do Blogger.