sexta-feira, 27 de maio de 2016

Nós falhamos

Hoje não vai ter imagem bonitinha pra acompanhar o texto nem meias palavras, só indignação.
Há muito tempo eu observo esse mundo e vejo coisa demais erradas com ele.
Vejo coisas demais erradas com as pessoas e com a maneira que nós humanos nos relacionamos com tudo que é vivo.
Há alguns dias já eu venho acompanhando pelo facebook, dentro das comunidades das quais faço parte, as denúncias sobre o estupro coletivo sofrido por uma adolescente no rio de janeiro.

Se não sabe do que eu estou falando, é sobre isso:

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2016/05/policia-do-rj-pede-prisao-de-quatro-suspeitos-de-estupro-coletivo.html
http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2016/05/vitima-de-estupro-coletivo-no-rio-conta-que-acordou-dopada-e-nua.html
http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2016/05/jovem-que-teria-sido-vitima-de-estupro-coletivo-faz-exames-no-rio.html


Eu fiquei chocada. Na verdade até agora não sei como lidar com isso.
Estou tentando processar.
Como mulher, digo que não há nada de novo sob o sol.
Não me entendam errado. Tudo o que aquela menina (menina sim, ela tem só 16 anos) sofreu foi absurdo, foi tão gigantescamente errado que eu não tenho palavras pra descrever.
Na verdade, não sei se existem palavras pra descrever o que aconteceu.

É absurdo, é monstruoso, é terrível, é assustador, é nojento, é revoltante, é absurdo, é nojento, é assustador, é monstruoso....  mas infelizmente não é novo.
Casos como esse acontecem todos os dias, todos os santos dias no nosso país.
É só procurar no google a quantidade de notícias similares.
Dica: Não procure, vai acabar com seu dia, semana, mês.
O medo é um companheiro fiel das mulheres. Temos medo de que o mesmo que aconteceu aquela menina aconteça com a gente e o pior de tudo, é saber que seremos culpadas.
Sim, os outros nos culparão pela violência que sofremos.
Dirão coisas como:
"Mas também, vestida desse jeito..."
Mas bebeu por que? Tava pedindo."
"Se estivesse em casa..."

E por aí segue. Não vou entrar no mérito de toda as justificativas merda que as vítimas tem que escutar diariamente. Vou me poupar e te poupar disso.
O fato é: sempre alguém dá um jeito de colocar a culpa na mulher, na criança, no bebê até. E não são poucas as pessoas (Sim, até culpa no recém nascido já deram jeito de botar... meu deus.)
O que me deixou particularmente devastada nessa história toda foi o acontecido é claro, mas tudo que se seguiu depois.
O silêncio.
No dia que as comunidades se mobilizaram para de denunciar em massa o vídeo, um silêncio nos meios de comunicação, na timeline. Aos poucos, foram tantas denúncias e tantos compartilhamentos que a notícia foi se espalhando. Foi parar nos jornais.
Agora é tudo que passa na minha timeline.
E se eu achava que o silêncio era a pior parte...   engano meu.
O pior foi o que se seguiu.
Os comentários, Jesus, Buda, os comentários...
O que me deixou muito enojada foi ler mulheres e homens justificando o que aconteceu. Como se fosse a culpa dessa menina.
"Ela bebeu. Ela tem filho. Ela usa drogas", disseram.

E dai? E dai?
Meu deus, e dai? Se for verdade, o que isso tem a ver?
Estupro não é sexo. Não é sobre sexo, não é sobre prazer (só se for o do estuprador).
É sobre poder, sobre humilhação, sobre violência.
O estupro é usado como ferramenta de controle, pra instigar medo nas mulheres, pra desmoralizar um país, pra punir.
Não é divertido pra mulher nenhuma ser estuprada, então como dizer que ela “mereceu”?
É um brinde, um prêmio, algo super legal por um acaso?
Qual é o problema de vocês por deus?
Digo então que falhamos.
Nós, humanidade, falhamos.
Categoricamente informo que nós falhamos.

E com isso, especialmente, eu não estou sabendo lidar, pois eu ainda tinha esperanças.



Obs: tenho visto muitos textos sendo escritos e compartilhados citando o nome da menina.
Eu ESPERO de coração que não seja o nome real dela.
Do contrário, desculpem as palavras mas vocês tem MERDA NA CABEÇA?
A menina é menor de idade!
Sofreu um estupro...tem vídeo dela e vocês ainda escrevem o nome?
Qual é o problema de vocês?
Nunca nunca nunca nunca nunca façam isso.
Novamente, de coração, eu espero que esse não seja o nome real dela.

0 comentários:

Postar um comentário

Popular

Tecnologia do Blogger.