quinta-feira, 30 de junho de 2016

Um mini tutorial pra você melhorar sua auto estima


Quem não me conhece não deve saber mas eu sou adepta de lidar com as situações da maneira mais simples possível (na medida do possível, é claro, sempre com bom senso!) além de adorar fazer listas e tutoriais, então é isso que vou fazer aqui!
Já ouvi várias vezes essa pergunta: “Como eu faço para melhorar minha auto estima?” e resolvi por conta disso criar esse mini tutorial com passos simples e que possam ser postos em prática por quase todo mundo! Então vamos lá!


Foque no que você gosta
Frio, café, livros e chuva = alegria pra mim
Isso é essencial!
Faça uma lista do que você gosta de fazer, do que te agrada, do que te faz ficar alegre. Vale de tudo desde cochilar depois do almoço até passear com o cachorro. 
Obs: Não precisa ser nada absurdamente gigantesco como ganhar na loteria, aliás, a idéia é ser algo concreto e possível de ser feito dentro da sua realidade atual.
Escreva o máximo que conseguir pensar ou lembrar e faça com calma, realmente pense no que você está escrevendo okay? Nada de correr ou tentar fazer 10 coisas ao mesmo tempo.
Depois pegue essa lista e escolha algumas atividades que sejam viáveis, simples e possíveis pra sua realidade atual. Não adianta escolher passear com o cachorro se você nem cachorro tem, certo? Entendeu a lógica? A idéia é pegar o que você tem AGORA e o que está disponível e colocar em prática. Tente colocar essas atividades que você escolheu o máximo possível dentro da sua rotina. Isso vai ajudar e muito na sua saúde emocional além de te dar uma sensação de prazer maior. Parece bom? A idéia é essa!
Tente, na medida do possível, trazer esses "espaços de bem estar" pra sua rotina no trabalho, pra sua casa, pros seus momentos com a família ou lazer. Vale fazer junto, vale compartilhar, só faça, combinado? 

 Assuma responsabilidade


Ao invés de culpar os outros pelo que acontece na sua vida, coloque a RESPONSABILIDADE em você mesma. Veja bem, eu disse responsabilidade, não culpa. Sabe por que?
Culpar-se não ajuda em nada, pelo contrário, só traz uma bagagem enorme de sentimentos ruins e te faz sentir sobrecarregada como se estivesse carregando o passado nos ombros até hoje.
Se responsabilizar é diferente, quer dizer que você está se dando o poder de mudar sua vida. 
Para isso acontecer, quero que foque no você pode fazer pra melhorar a sua vida. Escreva, coloque no papel uma coisa que você gostaria mudar a seu respeito e COMO você pretende fazer isso.
Muitas vezes declaramos que temos uma meta mas ela fica só no discurso mesmo, não colocamos em prática. Por isso é importante escrever, declarar COMO você vai fazer esse objetivo se realizar, de forma realista,  plausível e o mais específica possível, assim você começa a visualizar os possíveis caminhos e é mais provável que saia só do plano e vá de fato pra ação.

Ex. Gostaria de ser mais organizada (esse objetivo está um pouco vago, o ideal é ser mais específico mas vou usar pra demonstrar a lógica)

Plano de ação ou COMO farei isso: 

  • vou criar o hábito de arrumar meu quarto uma vez por semana, ou duas vezes.
  • todo início de semestre eu vou fazer uma faxina nos armários da casa e doar tudo que não preciso ou uso mais 
  • vou separar um horário e um dia no mês pra arrumar meu armário 
  • vou criar o hábito de usar agenda ou escrever em um quadro magnético as minhas tarefas do dia
  • vou criar uma lista de prioridades e tentar me ater o máximo possível a ela
  • vou fazer uma lista de compras para quando for ao supermercado
  • Vou organizar o material que preciso estudar pra faculdade antes de ir pra aula, no começo da semana.

Etc etc....

A idéia é listar ações POSSÍVEIS de serem feitas por você e que caibam na sua realidade e que vão tornar essa mudança possível. É importante não ser vago nas definições ou você pode se perder e acabar virando mais uma daquelas promessas que vamos começar “na segunda feira”. 

 O diálogo interno positivo
 


Como você fala com você mesma?
É de forma positiva ou sempre crítica? É com gentileza ou sendo desagradável?
Pra facilitar esse exercício, quero que pense em uma pessoa muito querida que você ame muito, pode ser um parente ou um grande amigo ou seu companheiro/companheira.
Como você trata essa pessoa?
Agora pense em uma situação da sua vida com a qual esteja tendo dificuldades em lidar.
Se essa pessoa amada estivesse passando por isso, o que você diria a ela?
Agora se faça essas perguntas:
É assim que eu falo comigo?
Eu me trato como trato meu melhor amigo ou a pessoa que mais amo?

Muitas vezes nós nos tratamos muito mal e nem reparamos. Diria que algumas pessoas se tratam pior que burro de carga, aliás. E exigimos resultados. Ah, como exigimos. Queremos tudo perfeito, a alegria, o sorriso, mas será que estamos agindo da forma necessária pra isso ser possível?
Você acha que a forma com a qual tem se tratado te faz bem? Te permite ser alegre? Feliz?  Sorridente?
Se você tratassse esse amigo ou parente que tanto ama da forma como se trata, ele ficaria por perto? Ou iria embora? Ele ainda seria seu amigo será?
Trate-se com mais amor e gentileza e você vai ver que fica muito mais fácil mudar o que você deseja.  Afinal, como voce vai se amar se voce vive se tratando mal? Faz sentido isso? É claro que não.


Ps: Eu também gosto muito de cinema, então vou recomendar esse filme aqui pra quem não viu! Muito bom. Fala justamente sobre sonhos e como é importante sonhar ;D
Também vejo que fala sobre a importância da família e da rede de apoio, de acreditarmos em nós mesmos e em escolher sonhos possíveis.
Assistam que é muito bom =D


0 comentários:

Postar um comentário

Popular

Tecnologia do Blogger.