quinta-feira, 23 de junho de 2016

Você pensa demais?

Observe essas situações:
Você perde prazos em algumas ocasiões;
precisa pensar 50 vezes em um assunto antes de tomar uma decisão, o que te faz demorar eras pra decidir algo e gera muita frustração;
quando você finalmente decide você precisa correr mais rápido que o diabo da cruz pra poder colocar aquele plano em dia ou não perder aquele prazo;
você PRECISA imaginar todo e qualquer cenário, ficar se degladiando com a equação emoção versus razão eternamente até que enfim, alguém acabe decidindo por você. 
Parece familiar?
Okay eu posso ter exagerado um pouco (ou mais que um pouco, mas foi com boas intenções, eu juro!) mas eu quis ilustrar algo que eu vou chamar de pensamento excessivo. Não, isso não é uma síndrome mas não duvido nada que vai ser futuramente. Pensamento excessivo está diretamente ligado a ansiedade, só pra vocês terem idéia da dimensão do que estou relatando.
Pensar demais pode gerar diversos problemas sérios na vida de alguém, entre eles:

  1. Perder prazos no trabalho, na faculdade, etc
  2. Indecisão generalizada: tudo fica difícil. Compro pão de sal ou de leite? E lá se vão 10 minutos na padaria.
  3. Você pode ouvir dos outros que é muito difícil conviver com você pois nunca decide nada ou que as decisões sempre ficam nas costas do outro e isso gera em você tristeza, mágoa, ressentimento, frustração além de possíveis dificuldades em relacionamentos pois o outro se sente sobrecarregado (e com razão vai)
  4. As decisões acabam ficando a cabo de terceiros (volte  aos números 2 e 3): seu marido decide onde vão jantar, suas amigas decidem sua roupa por você, seu chefe decide, eles decidem, todo mundo decide menos você
  5. Arrependimento: por ter decidido e demorado demais ou por não ter decidido porque não deu "tempo" ou porque a decisão que tomaram por você não serviu
  6. Pressa: você tem que correr o tempo todo afinal de contas, você passou 20h do seu dia pensando
  7. Estresse: pensar demais (e dependendo do que você estiver pensando demais) pode gerar muito estresse no cérebro e no seu corpo
  8. Você se sente frustrada como se fosse um hamster que não sai do lugar
Vamos concordar, pensar é necessário, pensar é bom, pensar evita (geralmente mas nem sempre) que erros desnecessários e riscos exagerados sejam cometidos.
Isso tudo é ÓTIMO.
Mas quando você pensa demais isso te atrasa. Você se imobiliza perante a vida, pois ela está lá, passando e não espera por ninguém. E você está igual ao hamster na rodinha, sem sair do lugar.
Geralmente quem pensa demais é inseguro e tem necessidade de controle.

De tanto querer controlar você precisa saber de todas as opções e consequências antes de decidir e isso minha gente, é inviável. 
Um grau de preocupação com as nossas decisões é saudável, muita preocupação definitivamente não é.
O P.E (pensamento excessivo) pode ser também indícios de um quadro de ansiedade. E além disso pode de fato estar contribuindo pra sua ansiedade também. Então é um ciclo vicioso.
Okay, okay, já entendi, a carapuça serviu... eu sou extremamente controladora e insegura. E agora, o que eu faço?
Eu gosto de fazer listas. 
Colocar meus pensamentos no papel me dá uma forma de visualizá-los e tomar decisões melhores. Eu posso observar também quais assuntos se repetem e com que frequência e possivelmente identificar alguma questão pessoal que está mal resolvida em mim.
Além disso eu gosto de meditar. Eu considero férias para o cérebro, como se estivesse dando uma semana em Cancun pra ele se recuperar tadinho.
Uma outra ferramenta interessante é estabelecer limites.
Quando eu digo isso, eu falo de realmente dizer pra si mesma:
  •  "Olha Thaiana* (esse é meu nome mas você vai usar o seu, claro) você já pensou demais nesse assunto e não parece estar adiantando de nada. Você já pensou em mil alternativas e parece não ter solução então que tal deixar pra lá pelo menos por hoje? Vamos mudar de disco?"
  • "Já pensamos demais nisso, vamos ver o que podemos a fazer a respeito então? Nada? Então se não há nada a fazer não há nada a fazer."
  • "Já pensamos demais nisso e chegamos a conclusão, eu e eu mesma, que o melhor a ser feito é... (insira aqui a sua idéia de uma ação). Então bora fazer!"
Isso geralmente funciona bem, é só você se focar em expectativas reais pro seu comportamento e lembrar que nenhuma mudança vem da noite pro dia!
Boa sorte ;D



0 comentários:

Postar um comentário

Popular

Tecnologia do Blogger.