quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Quer descobrir onde está sua alegria?


Continuando o artigo da semana passada (se não leu ainda, dê uma passada no blog e leia por favor ;D), vou voltar a falar sobre encontrar a sua alegria e sua felicidade.
Semana passada fui mais filosófica, mais reflexiva e dessa vez vou ser mais prática pra equilibrar as coisas.
Adoro um bom tutorial, então simbora!
Pra saber o que te faz mais feliz e o que te traz mais alegria, o jeito é pensar. Não tem outra opção. Muitas vezes caimos no lugar comum e na gratificação automática do consumo e da comida. Ou seja, estamos tristes, compramos uma roupa, uma torta de chocolate...
Isso não é necessariamente um problema. Eu faço isso também.
O problema é utilizar essas ferramentas pra escape ou ainda pra substituir um vazio. Acreditem em mim, não funciona. Pelo menos não a longo prazo.
Você precisa de respostas não de outra blusinha bonitinha.
E como se dar respostas? Oras, primeiro você tem que fazer uma pergunta!
Como eu disse, adoro uma boa didática, então vou dar 4 sugestões de como você pode identificar onde está a sua alegria e a sua felicidade, seguindo esse princípio da reflexão.

Lembrando: não existe fórmula mágica e o que te faz feliz pode não ser a mesma coisa que faz a outra pessoa.
Lembrando 2: a minha palavra não é lei, ou seja, são só sugestões! Pode ser que seja útil pra você e pode ser que não.
Cabe a você decidir.


1.      Tire um tempo para si e reflita

Pode ser 5 ou 10 minutos do seu dia, vale o que der.
Pode ser trancada no banheiro ou entre um cliente e outro, no banho.
Tire esses minutinhos pra refletir, na medida do seu possível, o que você
pode incluir nesse seu dia ou no dia de amanhã pra te gerar mais alegria.

Uma pausa, um cafezinho? Ligar pra uma amiga? Combinar de ir lanchar? Ligar pra um
parente querido e passar 10 minutos que seja conversando? Não precisam ser grandes
gestos e sim pequenas atitudes que vão gerar grandes benefícios.

2.     Faça uma lista

O que você gosta de fazer?
O que te traz muita alegria?
Você tem feito isso? Como você pode incluir mais dessas coisas na sua rotina?
Dica: pense pequeno. Lembre-se da simplicidade.

3.      Na hora do trabalho
Preste atenção no que está fazendo. Essa atividade te agrada? Você faz porque precisa e  necessário ou porque realmente gosta? (Talvez seja pelos dois motivos. Nesse caso, considere-se sortuda ;D)
Se é empregado, é isso que sempre desejou fazer ou acabou indo por esse caminho por
outras razões?
Se tem negócio próprio, ele te traz orgulho? Alegria? Sensação de realização?
Você gosta do que faz?
Se dinheiro não fosse um problema, continuaria fazendo?

Se a resposta for não, eu diria pra talvez repensar o seu ramo de ocupação. Caso não
seja possível, que pequenas mudanças podem ser introduzidas na sua rotina de
trabalho que a tornem mais agradável?

4.      Mudanças pequenas fazem muita diferença!

Achamos que pra ser felizes precisamos de grande ações.
Virar a vida pelo avesso, sair do trabalho, ir mochilar no Himalaia.
Embora esse tipo de atitude possa ser viável e produtiva, não é pra todos. E não há nada de errado com isso.
Mas na maior parte das vezes e pra maioria, a felicidade pode ser construida com pequenas atitudes no dia a dia. O que você pode inserir no seu cotidiano que é pequeno mas pode criar efeitos muito positivos?
Uma pausa de 15 minutos pra tomar um café no serviço?
Pense e se comprometa com você!
É o primeiro passo pra ser mais feliz!

Extra: Sugestões de filmes pra assistir!
Não sei vocês mas eu adoro um bom cinema, então vou passar uns filmes pra gente refletir sobre o assunto, que tal?

1.Os delírios de consumo de Becky Bloom
2. Intocáveis (2012)
3. Como perder um homem em 10 dias
4. À procura da felicidade (2007)
5. Pequena Miss Sunshine (2006)



0 comentários:

Postar um comentário

Popular

Tecnologia do Blogger.