quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Afinal, é melhor prevenir ou remediar?


Muita gente acha que o trabalho da Psicologia é apagar incêndio. Basicamente, lidar com emergências ou crises. Com essa crença, as pessoas que vão procurar um psicólogo geralmente o fazem depois que tentaram os búzios, tarot, aromaterapia, auto-ajuda, amigos, gurus, medicamento... e nada disso deu certo.
O que acaba acontecendo é que no passar desse tempo todo e das tentativas frustradas, a situação fica pior. Emocionalmente pior, fisicamente, existencialmente....
Você acha que é mais fácil lidar com um problema no começo ou depois que já virou uma bola de neve? Eu tenho quase certeza que você vai pensar que é mais fácil lidar no começo.
Então por que não fazemos isso com a nossa saúde emocional? A gente deixa pra ir no profissional habilitado por fim, como último recurso mesmo e espera que o psicólogo diga o que fazer, que traga uma solução mágica para todas as questões. Gente, não é assim que funciona. 
Se você fez um nó cheio de barbante, tem que ir com cuidando desenrolando pra não piorar né?
Primeiro de tudo, psicólogo não diz o que fazer.
Não dizemos que caminho você deve tomar, te ajudamos a desenvolver as ferramentas pra escolher o que é melhor pra você, tem uma grande diferença.
Por isso eu digo que se uma pessoa está buscando saída fácil ou resposta pronta, favor ir pra seção de auto ajuda da livraria e não pro psicólogo. Não é assim que trabalhamos (no geral, embora existam profissionais e profissionais).
Mas mais do que ‘apagar incêndio’, a Psicologia trabalha com prevenção, você sabia?
Dá pra prever os problemas da vida? Não, a menos que você seja vidente.
Mas dá pra ir melhor preparado e mais centrado pra lidar com o que vier, na maioria das vezes. Eu vou explicar usando uma analogia.
Imagine que você vai viajar de carro por uma estrada (ou se você não dirige, alguém próximo a você). Qual a primeira coisa que faz? Levar o carro na revisão ou no mecânico e checar as condições do veículo. Se algo precisar ser consertado você faz. Calibramos os pneus, enchemos os tanques para que o carro está nas condições adequadas ou o mais próximo possível disso pra que não tenhamos problemas na viagem.
A maioria das pessoas faz isso, é claro que existem aqueles que não o fazem. Essas pessoas acabam invariavelmente entrando ou causando um acidente na via. Sabe aqueles carros velhos quebrados no meio da estrada? Pois é.
Se nós tomamos todas as precauções na hora de viajar, sabendo que imprevistos podem acontecer mas que é muito mais fácil tomar as medidas antes e caso haja um problema, ele será bem mais fácil de lidar, por que não fazemos isso com a nossa saúde emocional?
Pense comigo. É mais fácil lidar com um problema quando você está feliz, saudável, descansada ou quando está deprimida?
É mais fácil pensar em soluções quando se está em um estado de humor estável ou quando a vida parece uma grande porcaria?
Acho que em ambas as perguntas, a primeira opção parece melhor não parece?
A Psicologia pode ajudar nesse sentido, de desenvolver as forças e habilidades necessárias pra se manter mais estável em uma curva fechada tensa ou ainda quando um problemão surgir.
A Psicologia trabalha também com prevenção e essa é a minha maior aposta.

E você, prefere prevenir ou remediar?

0 comentários:

Postar um comentário

Popular

Tecnologia do Blogger.